Como aumentar o cloro da piscina

Como aumentar o cloro da piscina

Depois de muito falar sobre o uso e a importância do cloro na piscina, vimos que ainda recebemos muitas perguntas acerca de algumas questões básicas... Escrevemos, há algum tempo, sobre as formas de reduzir o nível de cloro na piscina.

Veja alguns dos nossos textos nos quais falamos sobre o uso do cloro e sua importância no tratamento de piscinas:

» Como baixar o cloro da piscina
» Quando usar e quando não usar o cloro estabilizado
» Cloro estabilizado e Cloro comum. Qual a diferença?
» Cloro livre – O que é e como medir
» Os dois tipos de dosador de cloro para piscinas
» Métodos auxiliares para o cloro da piscina
» Dicas para manter o cloro na piscina
» Como fazer um tratamento de choque com cloro na piscina

Apesar de vermos o cloro em quase todas as publicações do nosso site, ainda não escrevemos sobre como elevar o nível de cloro da piscina!
Então é justamente esta a lacuna que preencheremos hoje!

Como elevar o cloro da piscina bhComo elevar o cloro da piscina
Para elevar o nível de cloro livre na piscina é preciso adicionar cloro. Disso, todos sabemos...

Modo correto?
A forma certa de colocar cloro na piscina segue um procedimento:

» Medir o nível da alcalinidade

Antes de qualquer coisa é preciso certificar-se de que a alcalinidade da piscina está em torno de 100 PPM. Isso facilita o controle do próximo passo do procedimento.

Para saber mais sobre a importância do controle da alcalinidade da piscina, veja nosso texto:

» Medir e corrigir a alcalinidade da piscina
» Medir o nível de pH

Depois de controlar a alcalinidade é preciso deixar o pH em torno de 7,2. Neste patamar, o cloro tem a sua eficiência máxima e por isso é importante controlar o pH de perto.

como-aumentar-o-cloro-da-piscina bhmgLeia mais sobre a importância do pH da piscina em:

» Medir e corrigir o pH da piscina, por quê?
» Medir o nível de cloro

Depois de certificar-se de que a alcalinidade está próxima de 100 PPM e o pH está em torno de 7,2, é hora de colocarmos o cloro no nível correto. Para piscinas residenciais, sob circunstâncias normais, 1,5 PPM de cloro livre na piscina é mais do que o suficiente para manter a cristalinidade da água e garantir sua qualidade microbiológica. Para dias chuvosos ou de muita utilização da piscina, é válido manter o cloro em torno de 2,5 PPM. Existem vários fatores que influenciam a eficiência e a durabilidade do cloro na piscina.

Para saber mais, leia nosso artigo:
Fatores que prejudicam a limpeza da piscina colocando o cloro na prática

cloro na piscinaNa prática, a adição do cloro deve ser feita da seguinte forma:

» Pega-se água da própria piscina num balde.
» Mede-se a quantidade necessária de cloro.
» Adiciona-se esta quantidade de cloro no balde.
» Mistura-se bem até que o cloro esteja bem dissolvido e só então joga-se o conteúdo do balde na piscina.
» Essa adição deve ser feita de maneira espalhada na superfície da piscina e com o filtro na posição "RECIRCULAR" ou "FILTRAR".

Escrevemos um texto falando especificamente sobre as posições da válvula do filtro da piscina. Se não leu ainda, confira:

Posições da válvula do filtro da piscina
Nos minutos seguintes à adição do cloro na piscina, não é recomendável utilizá-la. É válido aguardar um período para certificar-se de que o cloro está perfeitamente homogenizado na água.

Conclusão
A colocação do cloro e a elevação deste importante parâmetro é só mais um dos detalhes que o profissional que limpa piscina deve estar atento. Se não quiser se preocupar com este tipo de detalhe, conte com a Raia 1 Piscinas.

Nós limpamos piscinas desde 1997 em Belo Horizonte e estamos familiarizados com todos estes pontos essenciais à cristalinidade da água.

Fale conosco e agende a avaliação de sua piscina!
Limpeza de piscinas em BH é com a Raia 1!

PREENCHA O FORMULÁRIO
Receba nossas dicas gratuitamente em seu email

raia1 piscinas

WhatsApp chat