Métodos auxiliares para o cloro da piscina

Métodos auxiliares para o cloro da piscina

Por várias vezes nós já mostramos aqui a importância e os benefícios de se ter um método de desinfecção auxiliar para o cloro da piscina.

Você que nos acompanha já deve saber que tratar de uma piscina somente com cloro não é a solução ideal. Para você que é novo por aqui, vamos explicar…

Por que não usar somente o cloro?
A ideia de contar só com o cloro para eliminar algas e bactérias da piscina é um tanto quanto ingênua. Sabemos que existem cenários em que o cloro se mostra impotente diante de tantas impurezas e fonte de algas e outros microrganismos.

Pegamos por exemplo o período de chuvas…
As chuvas tem um efeito devastador na piscina e depender somente do cloro é muito arriscado. Já vimos em dois textos, “a piscina na chuva” e “limpeza da piscina na época de chuva“, que a chuva diminui o pH da piscina. Esta redução no pH faz cair a eficácia do cloro e, como se não bastasse, contribui para a formação de um ambiente propício para o crescimento de algas e bactérias. Por isso hoje vamos falar um pouco sobre alguns dos principais métodos que podem ser usados com o objetivo de auxiliar o tratamento químico da piscina.

A utilização de nenhum destes métodos substitui a necessidade de clorar a água! Entretanto, eles podem ser decisivos na manutenção da cristalinidade da água uma vez que vários fatores podem acabar com a barreira química dada pelo cloro em pouco tempo.

Tratamento de piscinas ozônio
Tratamento de piscinas ozônio bhO tratamento que utiliza ozônio para desinfetar a piscina consiste na adição deste gás na tubulação de retorno da piscina.

O ozônio é sintetizado através da eletrólise do ar ambiente e pode ser extremamente eficiente se utilizado na desinfecção da piscina. Para termos uma ideia de quão poderoso o ozônio é, imagine uma substância que mata bactérias, fungos, vírus e algas mais de 3000 vezes mais rápido do que o cloro… Ele elimina vários microrganismos que o cloro, quando utilizado sozinho, não consegue eliminar.

O ozônio é uma ótima opção para quem quer utilizar menos cloro e melhorar a aparência da água. Apesar de seu valor mais alto, é o que há de mais moderno e eficiente na desinfecção de água de piscinas. Um ponto negativo do uso do ozônio no tratamento de piscinas é que ele é muito instável e só permanece na água por poucos segundos. Isso faz com que ele não produza uma proteção residual, logo, a piscina só estará protegida durante o funcionamento da casa de máquinas.

Tratamento de piscinas com Ultra-violeta
Tratamento de piscinas com Ultra-violeta bhA desinfecção UV já está mais que difundida e hoje todas as empresas que trabalham no ramo conhecem a tecnologia. A grosso modo, é como uma lâmpada de açougue utilizada na desinfecção da piscina.

Os esterilizadores ultra-violeta também não produzem nenhuma proteção residual e só cumprem seu papel enquanto a casa de máquinas está funcionando. Este tipo de equipamento utiliza a radiação UV do tipo C para destruir o DNA das células e controlar não só o desenvolvimento de algas, mas de várias doenças causadas por microrganismos presentes na piscina. Tem em geral o mesmo formato Ç um recipiente em forma de tubo, onde fica uma lâmpada UV.

O que determina para qual piscina o equipamento é feito é exatamente a potência desta lâmpada interna. Piscinas maiores precisam de lâmpadas mais potentes. A lâmpada é protegida do contato com a água por um tubo de quartzo. Assim como na desinfecção por ozônio, a água é desinfetada quando passa pelo equipamento, logo, ele é instalado na tubulação de retorno da piscina. Um dos pontos negativos da desinfecção UV é sua falta de proteção residual: se sua piscina está com as paredes tomadas por algas, somente o UV não será capaz de eliminá-las! Não chega nenhuma proteção à piscina de fato! A desinfecção começa e termina na casa, dentro do equipamento.

Outro problema que acontece comumente é que, se o equipamento não for instalado corretamente, ele pode estragar caso funcione sem a circulação de água. Acontece com alguma frequência o manuseio incorreto dos registros e ele acaba ficando sem água.

Tratamento de piscinas com ionizador
Tratamento de piscinas com ionizador bhO ionizador é um equipamento automático como todos os outros citados até aqui. Ele elimina microrganismos através da injeção de íons metálicos de cobre e prata na água. Estes íons de cobre e a prata combatem algas, fungos, bactérias e etc…

Ao contrário da molécula de ozônio, estes íons são extremamente estáveis e podem se manter ainda que a piscina esteja bem aquecida e nos dias mais ensolarados.

A utilização de íons produz sim uma proteção residual e garante a desinfecção da piscina durante os períodos em que a casa de máquinas está desligada. Assim como o ozônio, o ionizador é uma tecnologia impressionante e de última geração. Um ponto negativo do ionizador é o fato de que ele não elimina todas as impurezas da piscina. Óleos bronzeadores e cloraminas representam um problema para este tipo de tratamento.

Tratamento de piscinas com gerador de cloro
Tratamento de piscinas com gerador de cloro bhGeradores de cloro são equipamentos que automatizam a cloração da piscina. Utilizam a adição constante de sal na água da piscina para manter o nível de cloro sempre ideal.

Um dos principais pontos negativos deste método de tratamento é a corrosão acelerada dos equipamentos da piscina devido à alta concentração de sal.

Ele mantém a proteção da piscina enquanto houver cloro na água, o que pode durar pouco em dias de muita radiação solar. Uma outra maneira de automatizar a cloração da piscina é com os dosadores de cloro.

Confira mais no nosso texto: “Dosador de cloro“.
É válido lembrar que, de acordo com a vigilância sanitária, é preciso haver cloro residual na água da piscina! Há uma portaria que dispõe exatamente sobre os parâmetros para água de consumo humano o que inclui sua utilização em piscinas. Bom, opções não faltam para manter a piscina cristalina!

O uso do cloro é obrigatório, mas a utilização exclusiva do cloro pode ser uma escolha difícil sobretudo em períodos de muita chuva ou utilização intensa da piscina.

Se ficou alguma dúvida com relação aos métodos auxiliares de tratamento de piscinas, fale conosco!

Estamos sempre à disposição!

tratamento de choque na piscina
Tratamento de choque com cloro na piscina – Saiba como fazer!
Tratamento de choque com cloro na piscina - Saiba como fazer! Uma das medidas comuns quando a piscina está em
Read more.
limpando piscinas de água quente bh
Limpando piscinas de água quente
Limpando piscinas de água quente São muitas as piscinas que precisam estar aquecidas 24 horas por dia. Clínicas de fisioterapia,
Read more.

 

PREENCHA O FORMULÁRIO
Receba nossas dicas gratuitamente em seu email

raia1 piscinas

WhatsApp chat