Tipos de algas de piscinas

Tipos de algas de piscinas

Vamos aproveitar que acabamos de falar a respeito do tratamento de choque com algicida na piscina e vamos falar um pouco mais sobre as algas.

O que são algas? Como as algas chegam até a piscina? Quando elas chegam? Porque crescem algas na piscina e como tratá-la depois que as algas tomaram conta? Essas e outras perguntas nós responderemos agora! Vamos lá?

O que são algas?
algas na piscinaAssim como já falamos no nosso texto sobre água de piscina verde, algas são os pequenos seres vivos que atormentam o trabalho dos donos de piscina fazendo com que ela fique verde caso o tratamento não seja feito da forma correta. Podemos considerá-las vegetais microscópicos que tem uma única célula, e que causam o transtorno no tratamento de piscinas pois se multiplicam de maneira extremamente rápida no ambiente aquático.

 

 


Como as algas chegam na piscina?

As algas chegam na piscina através de todas as formas possíveis pois são unicelulares e resistem um longo período até encontrar um local adequado para se reproduzir. Contudo, as principais transportadores de algas para as piscinas são o vento e a temíveis chuvas! Você já deve ter percebido que após a chuva a piscina tende a ficar vende, não é mesmo?

Os tipos de algas de piscinas
Existem milhares de tipos de algas no planeta, entretanto, as que acometem as piscinas com uma maior frequência, são poucas. Poderíamos aqui entrar no mérito do Reino Protista, nomes de Filo, nomes científicos e por aí vai… Entretanto, o que nós precisamos saber sobre as algas para tratarmos bem nossa piscina não é bem isso! Pensando no tratamento de piscinas e na prevenção de algas na piscina, podemos separar as algas em dois grandes grupos:

Algas sensíveis ao cloro
algas sensiveis ao cloroEm geral, esse é a principal maneira de classificar e tratar as algas da piscina. Antes de qualquer análise prévia a alga que cresce na piscina não suporta a presença do cloro. Basicamente, se você não quer que elas apareçam, mantenha o controle do pH da piscina e o nível de cloro sempre na faixa entre 1 e 3ppm.

Depois que as algas já tomaram conta da piscina, a única forma de removê-las é com o auxílio do cloro. Para auxiliá-lo escrevemos o texto: “Tratamento de choque com cloro na piscina” que explica de forma bem detalhada o passo a passo para remover as algas da piscina utilizando o cloro.

Algas resistentes ao cloro
algasUm segundo grupo de algas surge quando não conseguimos eliminá-las utilizando o cloro. As algas que tomam conta da piscina quando ela está em completo equilíbrio químico, ou seja, depois de controlar a alcalinidade, controlar o pH, controlar o cloro da água, podem ser incluídas neste segundo grupo. Para lidar com este tipo de algas, como nossa própria separação já diz, basta lançar mão do algicida de choque.

Se sua piscina ficou completamente verde, e você já experimentou um tratamento de choque com cloro, é hora de realizar um tratamento de choque com o algicida. Para lhe auxiliar neste momento, escrevemos o artigo: “Tratamento de choque com algicida na piscina” que fala de maneira super detalhada o passo a passo para remover as algas da piscina utilizando o algicida de choque ok!

Mais informações a respeito das algas de piscinas, acesso nosso texto: “Água da piscina verde – Saiba o que fazer!”.

A Raia 1 Piscinas trabalha com limpeza de piscinas em Belo Horizonte a mais de 17 anos e tem um enorme prazer de tratar de sua piscina como se fosse nossa!

Fale conosco e agende uma avaliação de sua piscina.
Limpeza de piscinas é com a Raia 1 Piscinas!

PREENCHA O FORMULÁRIO
Receba nossas dicas gratuitamente em seu email








raia1 piscinas